03 out

“Racismo institucional e sistema de justiça” é tema de curso pela Defensoria Pública do Estado de São Paulo.

“Racismo institucional e sistema de justiça” é tema de curso promovido pelo o Núcleo Especializado de Defesa da Diversidade e pela Defensoria Pública do Estado de São Paulo. O evento aconteceu nesta terça-feira (01) no Auditório da Defensoria Pública em São Paulo e recebeu convidados para discutirem questões relacionadas ao racismo no Brasil, dentre eles, a assessora jurídica da CONAQ e Terra de Direitos, Vercilene Francisco Dias, que participou da última mesa de discussão do curso.

A assessora Jurídica nos conta quais foram as principais pautas do evento e como é extremamente importante incluir e levar essa discussão para a luta quilombola:

“Nesse curso as principais discussões permeiam em torno do racismo institucional perpetuado pelas instituições estatais e principalmente pelo sistema de justiça na contribuição de dessa perpetuação do racismo. E ainda quais as boas práticas que tomamos para o enfrentamento do racismo institucional. […] O curso é importante porque trás e leva para os participantes a presença quilombola. Acho que houve durante séculos uma tarefa do estado de silenciamento e hoje nós, enquanto quilombolas garantimos esse espaço, como espaço de visibilidade para mostrar que estamos ali e o quanto o estado é racista e promove seu racismo institucional a partir de suas estruturas.”

O tema ministrado na mesa que nossa advogada participou foi “Boas práticas de enfrentamento do racismo institucional/ uma abordagem multidisciplinar.”

 

 

Por: Nathalia Purificação