Quilombolas reconhecidos em Campos/RJ

O Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Campos realizou na tarde desta terça-feira, uma cerimônia de entrega do documento de reconhecimento às comunidades quilombolas de Sossego e Lagoa Feia. Um marco na história dessas localidades, que aguardaram por mais de dez anos o registro. O encontro contou com a presença de outras cinco comunidades e o apoio da Coordenação Nacional de Comunidades Quilombolas (CONAQ). No próximo mês, será lançado na região o primeiro site da rede produtiva quilombola.

No Rio de Janeiro existem 43 comunidades quilombolas, destas, apenas sete eram reconhecidas em Campos. Paulo Honorato, atual presidente do sindicato e representante dos quilombos de Aleluia, Batatal e Cambucá, destacou que o documento de reconhecimento, faz parte de uma luta antiga do grupo, que vem sendo fortalecida nas reuniões realizadas pelo sindicado. “Nosso objetivo é encaminhar essas comunidades às políticas públicas. Até porque, a maioria dos trabalhadores rurais da nossa região, foram negros escravizados. Precisamos resgatar essa cultura”, ressaltou.
Lucimara Muniz, campista e representante do CONAQ, contou que o processo passou por análise da Fundação Zumbi dos Palmares e Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra). “Essas comunidades já são reconhecidas de fato, hoje elas estão sendo reconhecidas por direito”, disse Lucimara. Existem ainda, 12 comunidades em Campos que aguardam pelo documento, que tramita em Brasília.
Por: Jéssica Felipe
error

Enjoy this blog? Please spread the word :)

Instagram