11 jun

Mais de 50 entidades representantes dos movimentos negros brasileiros se reúnem na CONAQ para importante agenda em Brasília

A CONAQ está recebendo em sua sede em Brasília mais de 50 entidades representativas de movimentos negros brasileiros. O encontro é histórico e representa muito para a CONAQ que, além de unir forças às companheiras e companheiros dos movimentos negros, também é a responsável por trazer acolhimento e boa estadia para todos que estarão reunidos.

A pauta inclui reuniões internas de planejamento e estratégia, dentro da sede da CONAQ, e reuniões externas com apoiadores e representantes do Estado. Hoje a tarde (terça-feira, 11 de junho) irá acontecer o lançamento Frente Parlamentar Mista Brasil- África, no anexo da Presidência- sala 168 ala C- Comissão de Cultura da Câmara.

Ás 16 horas, no mesmo endereço haverá uma reunião entre os representantes dos movimentos negros com deputadas e deputados federais.

Sandra Maria da Silva é quilombola, coordenadora da CONAQ e uma das representantes da CONAQ que participam deste importante encontro. Para Sandra:

Hoje é um momento histórico para o movimento quilombola que consegue junto com outras instituições reunir 54 entidades de representação do movimento negro, fazendo uma incidência única em prol do povo negro brasileiro. Para nós é muito importante estar recebendo essa reunião aqui na CONAQ. Isso mostra o quanto a nossa resistência, a nossa força e a nossa persistência nos remete à continuar na luta com união entre os povos, respeitando nossas diversidades.

 

A CONAQ deseja a todos os representantes um ótimo trabalho, que traga importantes conquistas para a população negra brasileira.

Participam do encontro as seguintes entidades:

AGANJU – Afro Gabinete de Articulação Institucional e Jurídica

Agentes de Pastoral Negros do Brasil – APNs

Alma Preta

Associação de amigos e familiares de presos/as – Amparar

Centro de Estudo e Defesa do Negro do Pará – CEDENPA

Centro de Estudos das Relações de Trabalho e Desigualdades – CEERT

CLB – Coletivo Luiza Bairros

Coletivo de Juventude Negra Cara Preta

Coletivo Negro Afromack

Coletivo Sapato Preto Lésbicas Amazonidas

Coordenação Nacional de Articulação das Comunidades Negras Rurais Quilombolas – Conaq

Criola

Educafro

Evangélicos Pelo Estado de Direito

Frente de Mulheres Negras do DF e Entorno.

Frente Favela Brasil

Frente Nacional de Mulheres do Funk

Frente Nacional Makota Valdina

Gabinete Assessoria Jurídica Organizações Populares- Gajop

Geledés – Instituto da Mulher Negra

Iniciativa Negra por Uma Nova Política Sobre Drogas

Instituto de Desenvolvimento de Ações Sociais – IDEAS

Instituto Marielle Franco

Instituto Negra do Ceará – Inegra

Irohin – Centro de Documentação, Comunicação e Memória Afro-brasileira

Mães da Bahia

Mahin Organização de Mulheres Negras

Mandata Quilombo da Deputada Estadual Erica Malunguinho – SP

Marcha das Mulheres Negras de SP

MNU – Movimento Negro Unificado

Movimento de Mães do Sócio Educativo

Movimento Nacional de Pescadoras e Pescadores

Mulheres Negras do DF

Nova Frente Negra Brasileira

Núcleo de Consciência Negra da USP

Okan Dimó – Coletivo de Matriz Africana

Pretas em Movimento

Programa Direito e Relações Raciais – PDRR-UFBA

Protagonismo Negro da UFSM

PVNC – Movimento Pré-Vestibular para Negros e Carentes

Rede Afirmação

Rede de Mulheres Negras PE

Rede de Proteção e Resistência ao Genocídio

Rede Fulanas NAB

Renafro

Uneafro

Unegro