11 dez

Gratidão, Movimento Quilombola (Turma Nilce de Souza Magalhães)

(…) Diariamente chegamos a simples conclusão de que a vida é tão maravilhosa porque também é feita de colos, de feridas que cicatrizam, de amigos que celebram ou choram juntos, de café coado com coador de pano, de gente que pega ônibus ou faz caminhada, de quem planta o que se pode comer, de vizinhos que alimentam seus gatos com comida de gente. Que a vida é feita de algumas pessoas que direcionam todo o seu potencial criativo para melhorar a qualidade de vida de gente que eles conheceram na sua caminhada. Que é feita de e-mails que chegam recheados de saudade e de cartas extraviadas solitárias numa gaveta de um correio qualquer. De muros e pontes e cais. De aviões que suprimem distâncias e de barcos que chegam. De bicicletas que atravessam cidades. De redes que balançam gente. De rostos que recebem beijos. De bocas que beijam. De mãos que se dão. Que existem pessoas altamente gostáveis, altamente generosas, pessoas conectadas que se preocupam com o lixo, possíveis e impossíveis, pessoas que se entregam, pessoas que chegam pra curar desencadeadores de poemas, de sorrisos, de lições de vida que ficarão guardadas para sempre … A vida é tão maravilhosa porque ela nos compensa com ela mesma. (Marla de Queiroz)

Gratidão, pela contribuição na caminhada companheir@, desde o processo de formulação, construção e empenho, que ultrapassam esses cinco anos de curso, e que com certeza garantiram indispensavelmente para que esse projeto acontecesse, a Turma Nilce de Souza Magalhães, turma de direito, efetivada por meio do PRONERA, política pública de acesso à educação e ensino superior, gratuito e de qualidade, gratidão por tanto até aqui e também pela contribuição enviada a nós para o seminário, colação e baile de formatura.

Att.
Turma Nilce de Souza Magalhães.
Foto: Joka Madruga.

error

Enjoy this blog? Please spread the word :)

Instagram