25 jun

Conaq e PCN discutem estratégias de enfrentamento ao racismo

Maryellen Crisóstomo – Ascom Conaq

Na manhã desta quinta-feira, 25, lideranças da Coordenação Nacional de Articulação das Comunidades Negras Rurais Quilombolas (Conaq) e do Processo de Comunidades Negras de Colômbia (PCN) se reuniram para discutirem estratégias conjuntas de enfrentamento às várias formas de racismo que incidem sobre a população negra quilombola da América Latina: racismo ambiental, estrutural, policial entre outros.

As violências comuns aos povos negros, porém latentes no que se refere à publicização, se acentuaram no período de Pandemia da Covid-19 e ganharam visibilidade diante do manifestos iniciados nos Estados Unidos chegando às telas das mídias do mundo. Nesse cenário, Omaira Bolaños destacou “o abandono dos governos nesse tempo de Pandemia”, disse ao narrar as dificuldades encontradas pelo povo negro colombiano para resistir também ao novo Coronavírus.
Fator que Biko Rodrigues assimilou como luta da população negra quilombola do Brasil. Para ele, o momento atual é propício para potencializar a “discussão sobre o racismo”.

Rodrigues pontuou ainda as incidências das organizações representativas da população negra brasileira que resultou na criação da Coalizão Negra por Direitos. “Recentemente lançamos o manifesto: Com racismo não há democracia uma iniciativa para pressionar os governantes a adotarem políticas efetivas de inclusão” explicou.

Astolfo Aramburo destacou a importância de se ter um panorama das situações de racismo para evidenciar a pauta e as ações dos movimentos “nesse momento em que várias partes do mundo falam sobre o assunto criando uma situação favorável para as pressões. As questões do racismo são tão amplas que atravessam várias esferas da vida: racismo policial e estrutural e outros” ressalta.

Print da tela da reunião

Essa aproximação entre a Conaq e o CPN já possibilitou um diálogo presencial em novembro de 2019 no encontro realizado em Bom Jesus da Lapa- BA. As circunstâncias da pandemia possibilitou o encontro virtual realizado nesta manhã.

A reunião contou com a participação dos coordenadores da Conaq: Alex Borges, Antônio Crioulo, Biko Rodrigues, Célia Cristina, Cida Sousa, Jhonny Martins, Maryellen Crisóstomo e Sandra Braga.
Representando a CPN: Astolfo Aramburo, José Luis Reginfo e Omaira Bolaños
Isabelle Picelli, contribuiu com a tradução.

 

error

Enjoy this blog? Please spread the word :)

Instagram