A FOZ DO SÃO FRANCISCO É QUILOMBOLA

Cerca 200 famílias do Quilombo Brejão dos Negros, do município Brejo Grande, em Sergipe, estão na Capital do estado em Luta. Nesta terça-feira 07 de Agosto de 2018, os Quilombolas ocuparam o prédio da SPU/INCRA na capital.Esta ocupação faz parte de uma semana de luta pela retomada do território Quilombola de Brejão dos Negros, visando a desintrusão de duas fazendas que estão em área da União e que o estado Brasileiro não destina para os Quilombolas. No INCRA, a ação é para que se publique a portaria de reconhecimento RTID- Relatório Técnico Identificação e Delimitação das Terras Quilombola, tendo em vista que se encontra no INCRA-SEDE, em Brasilia, a mais de 2 anos, sem a devida publicação. O processo está parado na Procuradoria Jurídica.O município de Brejo está situado na Foz do Rio São Francisco, é um local muito cobiçado pela especulação imobiliária e também pelos grandes empreendimentos criminosos da carcinicultura, que tem agido de forma predatória no território Quilombola,deixando a comunidade em situação de vulnerabilidade e insegurança alimentar por falta do território. Devido a forma predatória e da grande concentração de terras no município a miséria é alarmante e o IDH é um dos mais baixo do país. A retomada das terras para os Quilombolas representa a esperança de que a FOZ DO VELHO CHICO continue brotando vida e alimentando vida assim como já fez em outro momento da historia Brasileira.

Nenhum Quilombo A Menos!

*Texto: Biko-CONAQ