NOTA DE REPÚDIO

A Coordenação Nacional de Articulação das Comunidades Negras Rurais Quilombolas – CONAQ, organização sem fins lucrativos, que tem como finalidade a defesa dos direitos dos povos quilombolas, especialmente ao território e a autonomia de suas comunidades, vem por meio da presente nota para MANIFESTAR SEU VEEMENTE REPÚDIO ao brutal assassinato do ancião e líder quilombola, José Izídio Dias, 89 anos, conhecido como “Seu Vermelho”, do Quilombo Rio dos Macacos, Bahia.

A morte de Seu Vermelho, de maneira cruel e covarde, em 25/11/19, representa uma violência contra todos os povos quilombolas. A figura de um ancião reluz sabedoria, cultura e ancestralidade. O dia amanheceu triste não somente para Rio dos Macacos, mas certamente em todas as comunidades que souberam de tamanha atrocidade.

A CONAQ pugna pela resposta das autoridades diante desse ato torpe. Não admitiremos impunidade diante do tombamento de uma pessoa que dedicou a sua vida em prol da nossa causa, e que aos 89 anos teve o seu sangue derramado sem ter visto a efetiva consolidação das suas lutas.

Não suportamos mais escrever a nossa história com sangue do nosso povo negro, derramado de maneira ininterrupta há mais de 400 anos nesse país. Exigimos investigação severa e que seja feita justiça!

A CONAQ, em nome de todas as comunidades quilombolas do Brasil, manifesta profundo pesar e apoio às irmãs e irmãos do quilombo Rio dos Macacos, certos de que, por direitos e justiça, seguiremos unidos.

BASTA DE VIOLÊNCIA CONTRA OS POVOS QUILOMBOLAS!

Brasilia, DF, 26 de Novembro de 2019

CONAQ